viver a vida

Viver sem Vida

Imagem

Você sabe que há muitas coisas que podem te distrair com uma breve alegria, mas todas elas são breves e não substituem apenas uma que é eterna.

Quero apenas que alguém entenda! Que o dinheiro é bom, mas só pode comprar coisas. Que o poder é bom, mas só serve para ter coisas, mesmo que sejam “amigos”. Que a fama te enche de euforia, mas só satisfaz o ego e não a alma. Que a beleza traz brilho ante aos olhos dos outros, mas só pode convencer os outros e não a si mesmo. Observe que até o nível de escolaridade de uma pessoa pode á convencer de que não sabe de nada, mas no final de tudo ela realmente não sabe de nada e se quiser pode continuar negligenciando aquilo que deveria conhecer.

Muitos são os que buscam o sentido para viver, e quando suas vidas perdem o sentido então continuam como cegos procurando, mas ainda assim ignoram aquilo que consideram ignóbil. Mas, a ignorância destes é forte a ponto de considerarem aquilo que é verdadeiro como desprezível, e tratarem como importante o que é superficial.

Uma verdade é ocultada. Que aquilo que é verdade consideraram como supérfluo, supervalorizando o supérfluo como se fosse verdade.

Do que você esta falando?

Ora!

Você já observou que existe uma paganização para o Evangelho, e uma demasiada imoralidade para aquilo que é e sempre foi moral?

Talvez já tenha observado, mas sempre há motivos para rir com isto, e distrair-se um pouquinho.

Observe! Religião vem de religare que significa “religação” do homem para com Deus, e não simplesmente “ter uma crença”. Olhe para sua vida. E veja! O único sentido para viver é este, estar religado com Deus. Não estou falando sobre ser um “religioso fanático” (termo mal utilizado pela sociedade, por isso foi feita a definição da palavra religião). Analisemos Tiago 1:27 “A religião pura e sem macula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo”, ou seja, resumidamente, as principais características da religião é ajudar o próximo e manter-se separado do mundo pelas suas atitudes.

Stephen Covey, em seu livro “Os 7 hábitos de uma pessoa altamente eficaz” disse, que devemos traçar um objetivo central para nossas vidas. Devemos olhar no horizonte e saber para onde vamos, prever onde realmente queremos chegar. Ele compara esta ideia com a ilustração de uma pessoa que está subindo uma escada e quando chega ao fim descobre que está estava anexada na parede errada e não chegou onde realmente queria. Assim também somos nós, que subimos de degrau em degrau na vida, mas se não tivermos convicção do que realmente importa, poderemos chegar no final e descobrir que o que buscamos na vida inteira não era o que verdadeiramente queríamos.

Pense!

Adianta você se ocupar querendo ficar rico, ou gastar toda sua vida em vícios ou algo parecido, ou fazer tanta coisa para encontrar sentido á vida e no final dela descobrir que o caminho que você trilhou te levou para outro lugar e não aonde realmente seria feliz. Creio que seria muito ruim.

“Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á.” Mateus 16:25.

Te faço um desafio, deixe sua vida e busque a Cristo, e então irá encontrá-la.

“Entrega os teus caminhos ao Senhor, confia nEle, e Ele tudo fará.” Salmos 37:5

Anúncios