Mês: março 2014

Estudo mostra que ciência e religião andam de mãos dadas nos EUA

 

O estudo da Universidade de Rice, no Texas, feita com mais de 10 mil americanos, inclusive cientistas e evangélicos.

“Descobrimos que quase 50% dos (cristãos) evangélicos acreditam que ciência e religião podem trabalhar juntas e apoiam uma à outra”, afirmou a socióloga Elaine Howard Ecklund.

Ecklund apresentou os resultados no encontro anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS), em Chicago. Apesar de ter uma população de crenças diversas, os Estados Unidos têm maioria cristã.

“Isto contrasta com o fato de que apenas 38% dos americanos sentem que ciência e religião podem trabalhar juntas”, explicou Ecklund.

A consulta revelou que 27% dos americanos acreditam que ciência e religião estão em desacordo e que entre aqueles que se sentem dessa forma, 52% se posicionam do lado da religião.

O estudo da Universidade de Rice demonstrou que os cientistas e a maioria da população são ativos similarmente em suas vidas religiosas.

A pesquisa demonstrou que 18% dos cientistas assistiram a cultos religiosos semanais, em comparação com 20% da população em geral.

A consulta também demonstrou que 15% dos cientistas se consideram muito religiosos contra 19% da população em geral.

Enquanto isso, 13,5% dos cientistas leem textos religiosos semanalmente, em comparação com 17% da população americana. 19% rezam várias vezes ao dia, contra 26% da população como um todo.

Além disso, quase 36% dos cientistas afirmaram não ter dúvidas sobre a existência de Deus.

“A maioria do que vemos nos noticiários é de histórias sobre estes dois grupos divergentes sobre questões controversas, como o ensino do criacionismo nas escolas”, disse Ecklund.

Portanto, “esta é uma mensagem esperançosa para os desenvolvedores de políticas e educadores porque os dois grupos não têm que abordar a religião com uma atitude de combate”, prosseguiu Ecklund.

“Em vez disso, deveriam abordar o tema tendo a colaboração em mente”, concluiu.

17 de Fevereiro de 2014.

Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2014/02/estudo-mostra-que-ciencia-e-religiao-andam-de-maos-dadas-nos-eua.html

Anúncios

Ensinar o caminho correto

caminho2

Se você não der comida, o mundo vai dar…

Tenho um cachorro que se chama Fred!

Quando não tinha muita experiência com animais, às vezes eu o deixava passar fome. Então ele ia buscar alimento nos terrenos baldios, nas ruas e outros lugares, e no final ele sempre encontrava porcarias para comer, mas comia por que estava com fome. E ao voltar, às vezes eu ainda ficava nervoso por causa disso.

Depois de algum tempo, fui me adaptando a dar alimento bom para ele em horários certos. E isso foi ótimo! Nunca mais ele saiu para a rua comer alimentos estragados.

Então, certo dia, estava eu passando numa rua e vi um cachorro tomando água suja em uma poça. Logo concluí que os donos dele não estavam alimentando-o de forma correta.

Pense!

Se você não educa-los o mundo não irá educar…

Peço a atenção de vocês: pais!

Se você não der alimento para seus filhos ele irá busca-lo em outros lugares. O problema é que na maioria das vezes ele encontrará ‘alimentos estragados’, ‘carne de animais mortos’ ou até ‘veneno’.

Uso o termo “alimento”, pois é fundamental para boa sobrevivência, principalmente para aqueles que estão em fase de crescimento, mas substitua esta palavra por instrução, ensinamento, princípios ou aprendizados, pois são ‘alimentos’ para o crescimento da criança. Considere isto, caso contrário não adiantará ficar nervoso (a) depois por causa das consequências.

O Fred foi utilizado só como ilustração, mas o que quero dizer é realidade.

Temos vivido uma época em que há escassez de crianças bem instruídas, pois com o tempo o mundo perdeu o conceito de “bons pais”. Ser um bom pai ou uma boa mãe, não é simplesmente ‘comprar ‘ a criança com presentes, nem com coisas supérfluas como leva-la nos cinemas aos finais de semana, mas sim ensina-la o caminho certo, pois ao crescer não se desviará dele. Como está escrito em Provérbios 22:6 “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele”. Este princípio é vital para o desenvolvimento de uma família – que é a principal instituição na vida de uma criança – e consequentemente para o crescimento de uma sociedade.

Muitos pais gastam a maior parte do próprio tempo trabalhando ou fazendo outras coisas e acabam não dando atenção suficiente para seus filhos, outros acreditam que o mundo irá preparar estas crianças sozinhas, alguns precipitam-se na ilusão de que a mídia ensinará algo de bom para eles. Não caia na tolice, se você não instruir seus filhos, o mundo irá ensina-los, porém não da maneira correta.

Não deixe a criança mandar em si mesma, pois como está escrito em Provérbios 29:15 “a vara da correção dá sabedoria, mas a criança entregue a si mesma envergonha a sua mãe”. Não estou falando de obriga-la a fazer tudo o que você quiser, mas de convencê-la a andar no caminho certo. Se precisar, não tenha medo de corrigi-la, lembre-se de que corrigir não é espancar.

Se não sabes o melhor caminho a percorrer, pense bem: Jesus é “o caminho, a verdade e a vida” João 14:6.

Gregory Neves

Comentário video “10 MANDAMENTOS” – Porta dos Fundos

Assisti a este vídeo e fiquei indignado. E gostaria de compartilhar um pouquinho da minha opinião. Peço desculpas, desde já por eventuais erros de ortografia visto que escrevi com um pouco de pressa.

Vou comentar de forma condizente com a sequencia das bobeiras expostas no vídeo.

Mandamentos:

Não furtarás

  • Há um princípio em tudo o que Deus fala. Então não é só porque “Deus falou que não pode” que não devemos fazer, mas sim porque seu mandamento estabelece um equilíbrio na sociedade, bem sabemos que toda sociedade sem regras é extinta. Por isso que a devemos meditar na Palavra, para que possamos entender o sentido das coisas, e não simplesmente se contentar em conhece-las;
  • Esta lei moral é aplicada até nos dias de hoje como penalidade àqueles que furtam, no nosso país. Se quiserem questionar isto, também questionem e brinquem com os legisladores que fazem as leis, engraçadas.

Guardarás o sábado

  • A igreja não era de Moisés, mas apenas administrada por Moisés. Na sua empresa você não tem um chefe? Ao menos no seu setor, há um chefe. Toda instituição que não possui alguém para que possa administrar não se sustenta. Ou você acredita que era Deus que devia descer do céu para administrar as coisas do povo hebreu?
  • E o mar vermelho que foi aberto, foi Moisés que abriu ou a força de Deus? E o maná que desceu do céu para que o povo não passasse fome foi Moisés quem articulou? E as dez pragas que atingiram o Egito para que o povo fosse liberto, foi Moisés quem mandou? Deus só usou Moisés, e não Moisés que usou Deus.

Não matarás

  • Segue a mesma premissa do mandamento “não roubarás”, toda lei que Deus dá ao seu povo possuí um princípio;
  • A bíblia não relata nada sobre algum parente de Moisés que foi assassinado;
  • Zaqueu não viveu naquela época, segundo o relato histórico bíblico, mas sim na época de Cristo.

Não levantaras falso testemunho

  • A mentira até hoje é um grande mal, e destrói qualquer família, amizade, relacionamento, etc. Existe um ditado popular que diz “que mentira tem perna curta”. Não há o que se questionar quanto a este mandamento, nós sabemos que a melhor coisa a se fazer é sempre contar a verdade;
  • Se Moisés pregava que não era para mentir, por que ele mentiria, para enganar o povo? Para quem não sabe, Moisés poderia ganhar muito mais no Egito como príncipe no palácio de Faraó do que sofrendo no deserto com o povo hebreu. Se ele estivesse caminhando para a terra prometida por interesses pessoais, ele optaria ficar no Egito.

Não usarás o nome de Deus em vão

  • Expressa a santidade de Deus. Qual é o interesse de Deus em ser usado como motivo de chacotas (brincadeiras de mau gosto)?
  • Se Moisés estava ensinando os mandamentos de Deus para o povo, não estava utilizando o nome dEle em vão.

Amar a Deus sobre todas as coisas  ou “não terás outros deuses além de mim” conforme o texto de Êxodo.

  • Significa colocar Ele acima de todas as outras, e não para esquecermo-nos de amar os outros, visto que Jesus disse concomitantemente que devemos amar o próximo como a nós mesmos.

Não adulterarás

  • Segue o mesmo principio dos mandamentos “não furtarás” e “não matarás”. Relembrando: possui um peso moral e rege a ordem na sociedade.

Ainda se esqueceram de alguns mandamentos, já que eram para ser dez:

– Honra teu pai e tua mãe

– Não farás para ti imagem de escultura

– Não cobiçarás

Talvez não tenham encontrado nenhuma “piada” para estes mandamentos, ou algum destes não favorecesse alguma ideia predominante no publico, afim de não conseguirem tantas visualizações.

Desde aquela época até hoje há um versículo que tem lógica:

“O meu povo se perdeu por falta de conhecimento” Oséias 4:6. As pessoas só se perdem hoje em dia por falta de conhecimento.

Por isso deixo outras considerações só para conhecimento:

O povo não podia estar junto ao monte;

Eram duas tabuas da lei e não quatro;

O monte não estava cheio de pessoas, para quem não sabe o monte Sinai é muito íngreme para que habitasse ali alguma população;

Moisés não estava apenas de manhã, mas por quarenta dias, e em jejum;

Naquela época não existia papel. E se Deus quisesse ter escrito em papel, logo seria fácil para rasgar.

Os princípios dos dez mandamentos são úteis até o dia de hoje, mesmo na vida secular, exemplo “5º mandamento – honra teu pai e tua mãe, para que te vás bem e vivas muito tempo sobre a terra (Ef. 6:2-3)”, que expõe a ideia do pai que ensina o filho o caminho certo, aí a criança é obediente, e consequentemente a cresce e se dá muito bem na vida, em todos os sentidos – relacionamentos, finanças, profissional, etc. –, diferente de muitos pais que não fazem questão de instruir a criança o caminho correto a se seguir. Estes, na maioria das vezes são desonrados por seus filhos, apesar de fazerem pouca consideração a isto.

Agradeço a sua atenção.

Grégory Neves