Mês: abril 2013

Desconsideração da personalidade Jurídica (Conteúdo Resumido)

Digamos que dentro de uma sociedade de capital, haja a extinção da mesma, causada pelo expresso numero de dividas, determinado sócio astuto retira todos os bens e capitais da empresa e passa para o nome de outra pessoa. Como ter jurisprudência nesse caso? A resposta esta a seguir:

Ante a extinção irregular da sociedade, que restou sem patrimônio para fazer face aos débitos pendentes, respondem os bens particulares dos sócios, desconsiderando-se, para esse efeito, a personalidade jurídica da devedora. ( 2.°TACIVIL – Ap.s/Rev.502.922 – 6.ªCâm.- Rel. Juiz Paulo Hungria – j.03.12.1997 ) AASP, Ementário, 2052/3

Visto que extinção da sociedade foi feita de forma irregular levando em consideração a astuta atitude do sócio, a lei permite que os sócios arquem com as dividas da sociedade tendo sobre caráter jurídico seus bens e capitais pessoais. Essa suposição caracteriza a teoria da Desconsideração da Personalidade Jurídica, que acontece quando o caráter Jurídico é transferido da pessoa jurídica (sociedade) para a pessoa física (sócio).

Por: Grégory Antunes Neves

Matéria Política nas Escolas

Política nas Escolas

Quando uma criança cria uma cultura de fazer alguma coisa, na maioria das vezes guarda esta para o resto da vida. Quando uma criança é ensinada desde o primário que a letra A é a primeira letra do alfabeto ela guarda isso pra vida toda. Mas qual é o impacto que uma matéria escolar pode causar no desenvolvimento pedagógico de um futuro cidadão? Aprender na matemática que 1 + 1 é igual a 2, e que 1 – 1 é igual a 0, pode o influenciar pelo resto de sua vida.

É observado com  facilidade que a escola é uma formadora de cidadãos, e que a feição do rosto dos professores são guardados pelas crianças até sua velhice.

Mudando de assunto:

Como fazer que nossa política seja mudada? Como trocar a imagem de uma pessoa ladra para uma pessoa exemplar? Como acabar com a corrupção? Será que apenas alguns justos podem mudar uma grande camada de corruptos? Ou será que a politica deve ser ensinada para as pessoas desde a infância?

– Para tudo!

– Por favor, repita a ultima pergunta.

– Claro!

“Será que a politica deve ser ensinada para as pessoas desde a infância?”

É nesse ponto que eu queria chegar. É de suma importância que em nosso país democrata, haja democracia desde lá de cima até os que estão lá em baixo. Não adianta pensar apenas no presente, o que estamos deixando de herança para a geração futura? Um meio ambiente destruído, já é o suficiente, devemos ao menos criar futuros políticos honestos com uma cultura justa. Claro que o presente é muito importante, o atual caso descoberto do mensalão é um exemplo, mas será que basta apenas pensar na atualidade? Quem são os futuros políticos? E como eles tratarão a geração mais velha?

A convivência com o assunto “politica”, o ensino de como funciona os órgãos públicos, o debate das informações atuais sobre a democracia, a defesa pela cidadania, o trabalho social, o conhecimento da hierarquia politica, as visitas aos fóruns, entre vários outros conteúdos com certeza vão integrar os futuro cidadãos a uma realidade atual, e ensina-lo como a política esta ligada a democracia.

Venha conosco, vamos defender a criação de uma matéria na escola que mostre ao aprendiz que a política não é apenas corrupção, mas que política é por um País mais democrata, mais humano, mais justo. Assine o abaixo assinado proposto e ajude a criar cidadãos éticos e humanistas.

Para assinar o abaixo assinado entre em: http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/9760

Para mais informações sobre o assunto entre em:

http://politicanaescolabasica.blogspot.com/